Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Modinha ou tem sentido? Limpar a língua traz algum benefício real à saúde?

Ela ajuda na fala, na mastigação, na deglutição e no paladar. Com várias funções, a língua é um importante órgão do nosso corpo que precisa ser observada e de alguns cuidados, como a boa e correta higienização. “Apesar de existirem algumas questões científicas em relação à higiene da língua, muitos autores consideram razoável a escovação suave dela com a escova de dente, pelo menos uma ou duas vezes ao dia, para que a camada de biofilme normal se mantenha em equilíbrio”, afirma Celso Augusto Lemos, professor da disciplina de estomatologia clínica da FO-USP (Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo.

Por isso, é recomendada a higienização da língua para evitar que uma série de microrganismos (fungos, bactérias e vírus) possam se acumular na sua superfície. A limpeza deste órgão ajuda a manter a integridade das mucosas que a revestem, promovendo um aspecto saudável.

“Língua suja (saburrosa) é sinal de pouca higiene. Uma boca saudável é importante para ter e manter relacionamentos”, afirma Fabio A. Alves, responsável pelo serviço de estomatologia do A.C.Camargo Cancer Center, em São Paulo. Higienizar a língua só traz vantagens, segundo Ricardo Schmitutz Jahn, cirurgião-dentista, membro da Câmara Técnica de Periodontia do CROSP (Conselho Regional de Odontologia de São Paulo) e professor do curso de odontologia da Unisa (Universidade Santo Amaro). Ele lista os benefícios: ajuda a preservar o paladar apurado, já que as papilas gustativas estarão livres. Ajuda a manter o hálito saudável, evitando constrangimentos com halitose e também diminui os riscos de a pessoa ter bactérias prontas para “entrar em campo” e causar problemas em outros lugares ou ainda povoar a placa bacteriana, que pode aumentar o risco de cárie e doenças periodontais.

E o limpador de língua: precisa mesmo? Imagem: iStock Talvez já tenha passado pela suas redes sociais, em algum momento nos últimos tempos, o post de algum influenciador falando sobre o limpador (ou raspador) de língua e os benefícios que ele supostamente traz. Mas será que eles são indispensáveis no processo de limpeza? A resposta é não. Além da escova dental, até uma colher reservada para essa finalidade pode ser útil, mas nada o impede de usar um limpador, que pode ser encontrado em farmácias e são baratos (de R$ 15 a R$ 40). Não precisa gastar um dinheirão com eles. “Os dispositivos limpadores de língua, encontrados em farmácias e drogarias, assim como uma colher, podem ser usados com movimento de raspagem de trás para frente, de forma a deslocar e remover a sujeira. Após esses movimentos, deve-se enxaguar a boca com água limpa”, recomenda Jahn, do CROSP. De acordo com os especialistas, quem não limpa a língua está sujeito ao desenvolvimento de doenças oportunistas, mau hálito e alterações de paladar.

Uma língua saudável Seja em casa, durante a higienização diária, ou em um exame clínico feito pelo médico ou dentista, a língua deve ser observada, pois serve como um indicador de como anda a sua saúde e pode revelar sinais de algumas doenças. “Doenças sistêmicas, como anemia e doenças relacionadas à formação de células do sangue, podem levar a alterações do aspecto da língua, mas sempre devem ser consideradas em associação a outros sinais e sintomas. O mais importante é que o exame procure alterações de cor, volume e textura. Diagnóstico precoce de pequenas alterações, por vezes confundidas com aftas, pode salvar vidas, já que o câncer bucal muitas vezes acomete a língua”, explic… – Veja mais em pode salvar vidas, já que o câncer bucal muitas vezes acomete a língua”, explica Jahn.

Uma língua não-saudável pode apresentar alterações de superfície como perda da rugosidade (papilas), chamada de língua “careca”, que pode indicar avitaminose, principalmente diminuição da vitamina B12. Fumantes podem apresentar escurecimento da superfície superior da língua por pigmentação pelo tabaco. “Outra alteração é a língua pilosa, as papilas crescem e ficam parecendo pelos. Em geral é observado em pacientes com imunossupressão”, comenta Mariana Bitu Ramos Pinto, estomatologista doutoranda do programa de pós-graduação do A.C.Camargo Cancer Center.

Uma outra mudança bastante frequente da superfície da língua é a saburra lingual. Trata-se de um acúmulo de restos de alimentos, proteínas, gorduras, células descamadas e, principalmente, bactérias. Essa saburra pode ter vários aspectos e cores diferentes, variando de manchas esbranquiçadas, passando por castanhas, esverdeadas e enegrecidas. A saburra é uma das mais comuns e principais causas do mau hálito. Língua com aspecto de ressecamento também pode indicar que algo não vai bem, em geral, por condições sistêmicas ou decorrentes de uso de algumas medicações que causam diminuição na produção de saliva. “Uma língua saudável deve ter uma cor rosada, brilhante, com um aspecto aveludado discreto e superfície úmida. No entanto, existem variações que são consideradas características individuais de normalidade, como a língua fissurada, com inúmeras fissuras horizontais e verticais em sua superfície”, finaliza o professor da USP.

FONTE:VIVA BEM

Deixe seu comentário:

Peça sua música

Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Clique aqui e faça o seu Pedido de Música

Menu

Curta a Nova no Facebook

Nossas Redes

RÁDIO D2FM